Presidente da ADBM visita Colégio e Faculdade São Luiz

Padre Joãozinho conheceu melhor as duas instituições

Institucional

18.08.2021 - 09:05:09 | 3 minutos de leitura

Autor - Imprensa São Luiz
Presidente da ADBM visita Colégio e Faculdade São Luiz

O brusquense, padre João Carlos de Almeida, mais conhecido como Padre Joãozinho, esteve em Brusque nesta terça e quarta-feira. Em seu primeiro ano como presidente da Associação Dehoniana Brasil Meridional (ADBM), mantenedora das obras educacionais e de assistência social da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, a visita institucional teve o objetivo de conhecer melhor duas das 15 instituições mantidas: o Colégio e Faculdade São Luiz. 
“É um ano de reconhecimento do que significa a ADBM, com seus quase 560 funcionários e três mil pessoas atendidas em oito creches, três obras assistenciais, dois colégios e três faculdades”, conta padre Joãozinho. 
Segundo ele, a missão assumida traz grande responsabilidade. “Somos a unidade de muitas partes espalhadas pelo Brasil e no mundo. Através da ESIC estamos na Espanha e a Faculdade Dehoniana, em São Paulo, recebe alunos da África, por exemplo. Temos uma internacionalidade muito marcante e criar esta unidade é nosso grande objetivo”, destaca. 

Covid-19
Padre Joãozinho destaca que, embora cada instituição tenha seus próprios desafios, a cultura digital se mostrou como um grande diferencial nesta transição para as aulas remotas, em decorrência da pandemia da Covid-19. Hoje, com o processo híbrido consolidado, o presidente da ADBM ressalta a avaliação bastante positiva feita pelo corpo técnico e alunos das instituições. 
“A educação aconteceu, mesmo com os limites impostos pela pandemia. Mas temos a vontade do encontro presencial, já que a escola é um lugar de convivência. Acredito que, através de medidas sanitárias mais lúcidas e de um controle da doença mais coeso e razoável, vamos conseguir retornar com segurança sanitária a um padrão bem próximo do que era a realidade de antes”, projeta. 

Educação dehoniana
Durante sua passagem por Brusque, o presidente da ADBM disse que a missão institucional de uma obra como o Colégio São Luiz se radica na visão de Padre Dehon que, em 1877, iniciou a congregação SCJ, à sombra do Colégio São João, na França. Na época, o religioso assumiu a instituição, que passava por dificuldades financeiras e necessitava de melhorias estruturais. Ele também resistiu à pressão do governo, que buscava afastar o clero do ensino escolar.
“Isso mostra seu espírito de união com a Igreja, de disponibilidade, de reparação e restauração. Esses são os três valores referenciais do carisma dehoniano, no qual se radica a visão educacional. Somos agentes de reparação, restauradores de corações e mentes. É preciso enxergar nas paredes e no currículo oculto deste espaço a restauração. As pessoas que passam por aqui precisam voltar para casa recuperadas. É de se esperar que alguém saia dos pátios, das salas e dos ambientes pedagógicos reparado. É o modelo que apresentamos para as pessoas é o Sagrado Coração de Jesus, manso, humilde, íntegro e inteiro. Por isso a educação dehoniana é uma educação integral, que busca a reparação da pessoa como um todo”, descreve. 

Intercâmbio
De maneira muito otimista, padre Joãozinho recebeu a notícia do projeto piloto de intercâmbio organizado neste momento pelo Colégio São Luiz. “Quem entra em uma escola fim de si mesma, com um jardim de um dono só, está fadado à mediocridade. Devemos enxergar além dos nossos próprios muros e fronteiras”, afirma o religioso.
Padre Joãozinho faz uma analogia com o Jardim do Éden, descrito na Bíblia, entre os rios Tigres e Eufrates. “Brusque é um paraíso. Nos traz a impressão de que os problemas do país não chegaram até aqui e, curiosamente, está no Vale entre o Rio Itajaí-Mirim e Itajaí-Açu. Viver no paraíso é bom, mas se torna um problema quando nos fechamos, sem enxergar além das fronteiras. É preciso reconhecer nosso berço, mas também fazer dele uma pista de decolagem para um voo maior. Nossos alunos voltarão enriquecidos culturalmente e é uma riqueza aproveitar a congregação e seus colégios pelo mundo”, enfatiza.  

Gratidão
O diretor do Colégio e Faculdade São Luiz, padre Silvano João da Costa, expressou sua gratidão por receber, nestes dois dias, o presidente da ADBM. “Foi uma presença de alegria, de partilha e de comunhão. Padre Joãozinho está disposto a consolidar o diálogo e gerar a unidade entre as instituições mantidas. Sua visita nos dá força, ânimo, coragem e a certeza de que não estamos sozinhos, ainda mais em um tempo tão difícil de pandemia. Com garra e energia vamos continuar dirigindo e orientando estas duas educacionais, que são o Colégio e a Faculdade São Luiz”, avalia padre Silvano. 

 
Outros de Imprensa
Mais em Institucional
 
 
 
Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.
ACEITAR E FECHAR
Tour virtual

Faça-nos uma visita virtual

Faça-nos uma visita virtual
CLIQUE AQUI
FECHAR
Preencha os seus dados abaixo

Um especialista entrará em contato para mais informações em breve.

Copyright © São Luiz Colégio e Faculdade. Todos os direitos reservados.
Conheça a nossa política de privacidade.