Formatura do Ensino Fundamental

Formatura do Ensino Fundamental

Ensino Fundamental

17.12.2021 - 16:34:52 | 6 minutos de leitura

Autor - Imprensa São Luiz
Formatura do Ensino Fundamental


Chegou ao fim na quarta-feira, 15 de dezembro, as solenidades de formatura do Colégio e Faculdade São Luiz. Desta vez, a energia que contagiou os convidados, no auditório da Paróquia São Luís Gonzaga, veio dos estudantes do 9º Ano, prontos para seguir nesta jornada do conhecimento, rumo ao Ensino Médio. 
“Hoje celebramos mais uma etapa educacional alcançada por vocês. Mas como definir esta etapa? Conclusão, encerramento, término? Não, pois estamos caminhando, continuando, peregrinando. Permitam-me definir esta etapa como amadurecimento intelectual. O processo de amadurecimento acontece diante da atitude de buscar. E, na busca, proporcionamos encontros que nos desafiam a querer sanar dúvidas e inquietudes”, disse na oportunidade, o diretor da instituição, padre Silvano João da Costa. 
Segundo ele, esta fase da vida é marcada por interrogações e, através de perguntas, nasce o conhecimento, seguido pelo amadurecimento. É neste contexto que se apresenta um novo caminho, rumo ao Ensino Médio. “Vocês cresceram rápido e tenho certeza, cada qual do seu jeito, foi educado e cuidado com muito carinho e amor por seus pais.  Ao encerrar esta etapa pedagógica, vocês estão abrindo seus olhos e corações para os novos horizontes da vida”, destacou padre Silvano. 

Premiação
Um dos momentos mais aguardados da cerimônia foi o anúncio do Mérito Estudantil, que premia estudantes que alcançaram a maior média no ano letivo. Receberam este reconhecimento os seguintes estudantes: em primeiro lugar, Betina Mosimann Busnardo (9,89); Ana Clara Paiva dos Santos e Ana Carolina Ogliari (9,66) dividindo o segundo lugar; e, na terceira colocação, Olívia Baumgartner Kohler (9,64). 
Para a aluna Ana Clara Paiva dos Santos, o resultado da colocação foi uma surpresa, e ao mesmo tempo uma grande alegria. Ela, que desde o mês de janeiro veio com a família do Rio de Janeiro para Brusque viu a dedicação e o esforço dos estudos recompensados. “Foi um ano bastante difícil, com a mudança para outra estado e outra escola. O colégio exige bastante, e me dediquei muito aos estudos. Estou muito feliz com esse resultado e ansiosa para o Ensino Médio. Espero conseguir manter as notas e focar no vestibular, bem como no Enem”, declarou a estudante que pensa em cursar Direito no futuro e tentar a carreira como juíza. 
Outro reconhecimento proposto pelo Colégio São Luiz em 2021 foi o Projeto Bom Aluno. A iniciativa levou em consideração as adequações de ensino e avaliações por conta da pandemia da Covid-19, e ofereceu, em caráter optativo, uma avaliação, aplicada no dia 3 de dezembro.
Por isso, a solenidade de formatura abriu um parênteses para a entrega desta premiação. Foram homenageados pelo primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente, os estudantes: do 9º Ano: Vinicius Bueno Lopes, Alex Eduardo Machado Bottamedi e Enzo Fischer; da 1ª série do Ensino Médio: Angelo Sartori, Isabelle Schoening e Sofia Seubert Luiz; da 2ª série: Carolina Karsten Tamanini, Ana Alice Kohler e Laura Felipim Corsi. 

Palavra do professor
Escolhido como paraninfo das turmas, o professor Alexandre Augusto Gianesini, citou em seu discurso o economista Ladislau Dowbor, professor da PUC-SP e consultor das Nações Unidas: “nossos problemas não resultam da falta de recursos e sim da sua má alocação destes recursos. O mundo produz anualmente 80 trilhões de dólares de bens e serviços. Divididos por 7,6 bilhões de pessoas, isso representa 3.500 dólares por mês por família de quatro pessoas. Com um PIB de 6,5 trilhões de reais e uma população de 208 milhões, o Brasil está precisamente nessa média mundial. Uma distribuição mais justa asseguraria 11 mil reais por mês por família de 4 pessoas. Daria para todos viverem de maneira digna e confortável. Reduzir a desigualdade é o principal caminho para uma sociedade mais decente e mais produtiva. Nosso problema não é econômico, é político”, citou o professor.
Ele abordou este tema para estimular os formados a refletir, reavaliar e se comprometer com a construção de um mundo no qual todos possam viver com dignidade. “Comecemos em casa, com nossos pais, irmãos e amigos. Praticar a justiça pode ser doloroso e seremos muitas vezes incompreendidos. Mas por que me importar? Digo-lhes que essa é a razão e o motivo do conhecimento. De nada adianta o conhecimento e o trabalho sem a promoção da melhoria de vida de uma pessoa. E o bem-estar do outro melhora automaticamente o meu bem-estar”, pontuou o professor Alexandre. 
Nesta última aula, ele pediu que os alunos coloquem em prática o aprendizado adquirido até aqui e se tornem pessoas que trabalham por um país melhor. “Para encerrar, repito aqui as palavras de Arthur Schopenhauer: ‘A simplicidade representa o passo final da sabedoria’”, concluiu. 

Estudantes representados
Em nome dos formados do 9º Ano 1, fez uso da palavra a estudante Isadora Coelho
Hassmann. Para ela, o diploma chega como reconhecimento de muitos anos de esforço. “Vários professores e colegas passaram por nossas vidas durante essa jornada. Uns foram, outros ficaram... Mas, sem dúvida, cada um marcou nossa história de um jeito diferente”, afirma. 
Isadora falou sobre gratidão ao corpo técnico, docente e à direção do Colégio São Luiz. Também agradeceu aos pais, cujo apoio e orientação foi essencial neste processo de aprendizagem. 
“Há um poema que cita: ‘Importante na escola não é só estudar, não é só trabalhar; É também criar laços de amizade’. Por isso, quero agradecer imensamente aos colegas de classe, que tornaram esses anos mais leves e divertidos, que mesmo nas piores situações se mantiveram esperançosos e bem humorados. Juntos, conseguimos passar por muitas coisas, até mesmo um ano atípico como 2020, e se nos mantivermos unidos, conseguiremos muito mais” frisou. 
Já em nome do 9º Ano B, falou a estudante Betina Mosimann Busnardo, aluna que obteve a maior média no ano letivo. Para ela, a conclusão do Ensino Fundamental, ainda em meio à pandemia da Covid-19, não era o esperado. Porém, a adversidade tornou esta conquista ainda mais especial. “Concluímos essa fase mais evoluídos, com as dificuldades superadas. Fernando Pessoa certa vez disse que ‘O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis’. Então, ficam aqui os nossos sinceros agradecimentos aos nossos pais, que não medem esforços, trabalham duro para pagar um ensino de qualidade e nos dão até uns ‘puxões’ de orelha de vez em quando. Sem o apoio de vocês, jamais estaríamos aqui comemorando essa conquista”, observou a oradora. 
Betina ainda agradeceu aos professores pela paciência e esforço sem limite. E enalteceu a sinergia da turma, que deixou mais leve as aulas de forma online. “Agora um novo ciclo de oportunidades e desafios se inicia. Seguimos nessa nova etapa perseverantes e unidos, pois nossa caminhada apenas começou e as expectativas para o Ensino Médio são grandes. Tenho certeza que viveremos momentos ainda melhores”, conclui. 

 
Outros de Imprensa
Mais em Ensino Fundamental
 
 
 
Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.
ACEITAR E FECHAR
Tour virtual

Faça-nos uma visita virtual

Faça-nos uma visita virtual
CLIQUE AQUI
FECHAR
Preencha os seus dados abaixo

Um especialista entrará em contato para mais informações em breve.

  Declaro, para os devidos fins e efeitos legais, serem pessoais e verdadeiras as informações inseridas neste requerimento, sobre as quais assumo todas as responsabilidades, sob pena de incorrer nas sanções previstas nos artigos 299 e 307 do Código Penal (falsidade ideológica e falsa identidade).

Copyright © São Luiz Colégio e Faculdade. Todos os direitos reservados.
Conheça a nossa política de privacidade.