Em tempos de pandemia

As adaptações do Colégio São Luiz na coordenação de ensino

Institucional

05.08.2021 - 17:04:58 | 3 minutos de leitura

Autor - Imprensa São Luiz
Em tempos de pandemia

Quanto carinho cabe na agenda de uma coordenadora de Educação Infantil e Ensino Fundamental 1? Antes da pandemia da Covid-19, Silvana Kunel Pereira gostava de visitar as salas de aula e ver de perto o caderninho das crianças, como forma de acompanhar o processo de aprendizagem. “Deixava um carimbo, adesivos e palavras como forma de incentivo”, recorda. 
O contato também era frequente com pais, durante as reuniões de regência e, sobretudo, com os professores. Planejamento, diário de classe, calendário, formação e organização de eventos completavam esta rotina de trabalho. 
“Em 19 de março de 2020 acatamos a decisão estadual de fechamento das escolas. E o grande diferencial foi a contratação imediata da plataforma Google e a rápida transição para o ambiente virtual de ensino, cumprindo o horário integral das aulas”, destaca Silvana

Adaptação
A coordenadora lembra que, em um mês, todas as dificuldades de acesso haviam sido superadas no Ensino Fundamental 1. Para ela, parte deste sucesso se deve ao comprometimento dos pais, que entenderam a gravidade da situação e, com resiliência, acolheram o desafio de se tornar corresponsáveis pelo processo de ensino-aprendizagem de seus filhos. 
“Em 2021 todos os alunos passaram pela sondagem, que atestou a qualidade das aulas síncronas. Ainda que online, o conteúdo apresentado foi absorvido. E isso também é mérito da parceria e do envolvimento dos pais”, reconhece Silvana.
Já na Educação Infantil foi percebida a dificuldade de manter a concentração da criança. “Mudamos a estratégia. No Nível C e D, as aulas aconteciam duas vezes por semana, durante duas horas. Além disso, outras atividades eram postadas no ambiente virtual e realizadas com o apoio da família. No Maternal, Nível A e B, houve suspensão das aulas”, recorda a coordenadora.
O principal desafio apontado por Silvana foi trazer segurança aos professores em um momento que haviam mais perguntas do que respostas. “Era preciso manter a calma e passar para eles a única certeza: vai dar certo. Não havia outro caminho para manter o ensino durante a pandemia e, por isso mesmo, tinha que funcionar. Nos meses seguintes, quando voltamos a receber poucas pessoas na escola, fizemos algumas avaliações diagnósticas e veio a confirmação: os alunos estavam aprendendo. Foi um processo doloroso, mas muito recompensador”, avalia.
Para Silvana, em 2021, com a possibilidade de reabertura das escolas, foi assertiva a decisão do colégio em manter a Educação Infantil e o Fundamental 1 em aulas 100% presenciais. O foco agora não era apenas cognitivo, vislumbrando também o avanço em áreas de comunicação, autonomia e interação social. 
“Penso que a pandemia nos levou a refletir sobre o quanto a escola é importante e como sua falta nos afeta enquanto professores, pais e estudantes. Porém, a escola nunca mais será a mesma. A tecnologia, que vinha em passos lentos, saltou em questão de semanas e só irá se aperfeiçoar daqui para frente. Por fim, o mais importante: nunca paramos de aprender. Mesmo na adversidade, saímos transformados”, analisa Silvana. 

Outros de Imprensa
Mais em Institucional
 
 
 
Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.
ACEITAR E FECHAR
Tour virtual

Faça-nos uma visita virtual

Faça-nos uma visita virtual
CLIQUE AQUI
FECHAR
Preencha os seus dados abaixo

Um especialista entrará em contato para mais informações em breve.

Copyright © São Luiz Colégio e Faculdade. Todos os direitos reservados.
Conheça a nossa política de privacidade.