Institucional

Missão

O São Luiz é mantido pela Associação Dehoniana Brasil Meridional - ADBM, vinculado a Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, presente em 39 países com 34 centros educativos, tendo São Luiz Gonzaga, o protetor da juventude, como seu patrono.

Somos uma escola tradicional, de confissão católica e observadora dos valores fundamentais ao desenvolvimento humano. Atentos às alunas e aos alunos como indivíduos únicos, preparamos estes cidadãos através de conhecimento científico, tecnológico e filosófico e os empoderamos para sejam agentes transformadores na suas comunidades e no mundo. Buscamos o estímulo à criatividade e a interação com a sociedade e a natureza, despertando nas crianças e jovens os valores ético-morais para a construção de um ser humano integral.

Tendo os princípios cristãos como pilar, e sob a inspiração do Servo de Deus Padre Leão Dehon.

“O homem que quer mudar a sociedade não pode ter ideias tímidas” (Pe. Dehon)

 

Padre João Leão Dehon

Sociólogo, advogado, sacerdote e, antes de tudo, humano. Padre João Leão Dehon norteou sua vida a partir de dois pilares fundamentais: o amor à Igreja e sua busca pelo conhecimento. Culto, santo e dinâmico, foi reconhecido por saber ouvir o grito dos excluídos e pela sua devoção. Nascido em La Capelle, norte da França, Padre Dehon venceu o ceticismo da família para se tornar religioso. Antes, obedeceu o pai e rumou a Paris para estudar na célebre Escola Politécnica, matriculando-se simultaneamente no curso de Direito. Durante uma viagem pela Terra Santa, sentiu a confirmação do chamado ao sacerdócio em seu coração. Na volta, seguiu diretamente a Roma, e ingressou na Filosofia.

Continuando sua jornada, conquistou o doutorado em Filosofia, Teologia e Direito Canônico. Mesmo com a intensa vida acadêmica e pastoral, Padre Dehon sentiu que tinha mais uma missão para se entregar de corpo e alma. Foi assim que fundou a Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus e, com ela, dedicou-se ao debate da questão social. O legado deixado por João Leão Dehon é de sabedoria, fé e altruísmo.

E em suas últimas palavras, ele entoou com amor e orgulho: "Por Ele vivi, por Ele morro."

 

Uma marca, uma nobre missão: educar!

O São Luiz em Brusque, a cada dia vem crescendo mais. Com a expansão mais recente para o ensino superior, tem uma única marca para expressar sua identidade e missão.

São mais de 100 anos de história e dedicação no serviço à educação, se (re)inventando cada dia mais.

Para responder aos novos desafios, a unificação do ícone tem como objetivo em nível global, padronizar a comunicação, alinhada com muitas das obras dehonianas presentes nos cinco continentes do mundo. Em nível local, comunicar que o São Luiz atua do ensino básico (infantil; fundamental I e II; e Médio) ao ensino superior (graduação, pós-graduação e extensão). Possui uma única identidade e missão, inspirada na vida e obra de Padre Dehon, fundador da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus.

O ícone Cruz e o Coração vazado, mais os caracteres, São Luiz, querem expressar, que a educação na vida brota do amor. O processo educativo é um tempo nobre na vida do ser humano! Vivê-lo e exercê-lo com amor, é para os sábios. O coração vazado é um convite para preencher, com a nossa vida, este espaço vazio. Na perspectiva cristã, a vida nova surge da cruz. A cada nova experiência, vamos moldando nossa vida – por isso uma cruz assimétrica. Da cruz, nasce a esperança! Ao nos colocarmos com amor nesta missão, suavizaremos as cruzes, para contribuir na formação de pessoas imbuídas de valores para o bem da sociedade.

Como instituição do ensino básico ao superior, queremos contribuir com amor e profissionalismo, por meio de ensino de qualidade, na formação de novas gerações.

O Colégio São Luiz tem sua origem atrelada às famílias de imigrantes que chegaram a Brusque no final do século XIX, em busca de um novo sentido para suas vidas. Nesta jornada vale destacar a determinação com se empenharam para garantir a sua sobrevivências em terras tão distantes à sua pátria. O São Luiz é a soma do pioneirismo de um povo e a sua preocupação com a educação de suas futuras gerações.

Somos centenários na arte de educar. Porém, ao se preparar para em 2018 celebrar os seus 115 anos, o São Luiz continua a construir respostas efetivas para os desafios existentes assegurando o compromisso de oferecer à sociedade Brusquense e região, um ensino de qualidade, levando seus alunos, funcionários, e toda comunidade escolar, a serem protagonistas de seu tempo.

Como nos lembra Padre Dehon, fundador da Congregação: “Deus não sabe o que fazer com o nosso saber e com as nossas obras se nelas não estiver o nosso coração”.

Linha do tempo

1903

Nossa história começa em 9 de julho de 1903, quando o Padre Antônio Eising (vigário da paróquia de Brusque) acompanhado do Padre Josef Suntrup, funda a Escola Paroquial com o objetivo de promover a educação da comunidade católica. As irmãs da Congregação da Divina Providência, na época a Irmã Oda e a Irmã Friedburga, vindas de Münster, Alemanha, assumem a tarefa de instruir e educar as crianças brusquenses.

1909

O primeiro endereço foi a Casa Peiter, alugada para esta finalidade na rua principal da cidade, que funcionou até 1908. A partir de 1909, teve a grande “Catholishe Vereins Schule” (Escola da Comunidade Católica), seguida do Colégio Santo Antônio, e a instituição passou a ocupar sede própria, no alto da colina atrás da Igreja Matriz, onde permanece até hoje.

1936

Em 1936, a Escola Paroquial Santo Antônio passa a abranger também a Escola Normal Primária. A Biblioteca Pedro Paulo Philippi foi inaugurada em 1938 para uso de professores e alunos.

1942

Em 1942, a Escola Paroquial Santo Antônio é reconhecida como Grupo Escolar e, em 1958, ganha também o curso ginasial. Ainda na década de 1940 é construída uma sede própria para o Jardim de Infância e um novo prédio para a residência das irmãs.

1945

O Colégio é ampliado. No centro da imagem as duas alas originais do Colégio Santo Antônio, à direita, a residência das Irmãs da Divina Providência e à esquerda uma sala utilizada por crianças do primário e pré-escolar. Em 1949, é instituído como Curso Normal Regional Luiz Sanches Bezerra da Trindade. Um campo com área coberta para a prática de Educação Física seria implantado em 1950.

1951

Em 1951, em nome da Paróquia São Luiz Gonzaga, o padre João da Cruz Stuepp, professor do curso de Filosofia do Convento Sagrado Coração de Jesus, assume a direção dos cursos do Senac em Brusque, dando início à Escola Técnica de Comércio São Luiz, dedicada à formação de auxiliares do comércio, técnicos em contabilidade e datilógrafos, chegando a ser reconhecida como uma das melhores do Brasil.

1953

Em 1953, é instituído o Ginásio e Escola Normal São Luiz – pertencente à Paróquia São Luiz Gonzaga – e, para atender as solicitações dos pais, instala-se um pensionato junto ao Grupo Escolar para hospedar os alunos. Uma nova ampliação é necessária, e inaugura-se o novo edifício em 1958, permitindo hospedar 80 pensionistas.

1968

Em 1968, o Ginásio é incorporado à Província dos Padres Dehonianos. O reconhecimento do Colégio São Luiz pelo Ministério da Educação e Cultura ocorre em 1971, através da Portaria nº 5/ISES/71.

1986

O bloco Sul do Colégio São Luiz entra em construção.

1995

Para fomentar ainda mais os valores da instituição São Luiz, alinhada com sua missão, foi construída a capela Divino Espírito Santo, idealizada pelo saudoso Pe. Léo Tarcísio e com o projeto arquitetônico desenvolvido por Jucélia Ludvig.

2001

Em 2001, o Colégio São Luiz adquire a Educação Infantil das irmãs da Divina Providência, passando a oferecer atendimento às crianças a partir de um ano e dois meses.

2009

Nesse ano se deu a construção de mais um ginásio poliesportivo, o novo estacionamento, a revitalização do prédio administrativo e da Educação Infantil, a construção do Parque da Educação Infantil, de novos Laboratórios, um novo auditório e, por fim, a reforma e revitalização da Capela São Luiz.

2011

Revitalização de todo o prédio central, incluindo a construção de mais 10 salas de aula; construção da nova Biblioteca; reforma do Parque Infantil; ampliação da Educação Infantil, reforma do auditório e das salas da Educação Infantil.

2013

Foi comemorado os 110 anos do Colégio São Luiz. Nesta jornada, para além de estruturas adequadas e revitalizadas, vem consolidando sua história à serviço de um ensino diversificado e integral, em que conhecimento científico e valores humanos são amplamente destacados.

2015

A partir de 2015, deu-se a unificação do Colégio São Luiz e Faculdade São Luiz, concretizando o desejo dos padres Dehonianos, oferecendo assim a educação desde o ensino infantil ao superior. Com única direção, deu-se ênfase na gestão pedagógica e administrativa, objetivando a otimização das instalações e pessoas para maior efetividade na educação. No mesmo ano o São Luiz recebeu certificação do Programa de Escolas Associadas da UNESCO. Este é um reconhecimento aos projetos educacionais desenvolvidos pela Instituição, que contribuem para a formação humana de seus alunos com reflexos diretos na comunidade.

2018

Nesses 115 anos dedicados à arte de ensinar e educar, em sintonia com as demais obras da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, presentes nos cinco continentes do mundo, aprimorando os processos gerenciais e de pessoas junto a mantenedora, o São Luiz reafirma seu compromisso de ir muito além das páginas de livros e salas de aula para atuar na formação integral do ser humano, com coração aberto e solidário a serviço da sociedade. Entendemos que o que fazemos aqui, ecoa pelo tempo e transforma o mundo.

Referência em educação de qualidade

A Proposta Pedagógica do Colégio São Luiz promove a formação do ser humano e a construção da cidadania, de acordo com valores dehonianos, produzindo e socializando o saber científico, tecnológico e filosófico. Nossa Proposta observa a legislação nacional e foi elaborada de forma participativa, em conformidade com os princípios éticos, políticos e sociais, honrando o compromisso com a caminhada coletiva junto à nossa comunidade.

O São Luiz prioriza um atendimento completamente personalizado aos pais e alunos, oferecendo uma avançada metodologia educacional e um corpo docente qualificado. Os alunos contam com uma formação diversificada e integral, aliando o conhecimento científico e os valores humanos.

O Colégio São Luiz apresenta em sua proposta pedagógica um ensino contextualizado e multidisciplinar. Há o exercício constante da criatividade e da pesquisa, e são desenvolvidos projetos sobre Cidadania e Formação de Valores, sendo a produção do aluno altamente valorizada.

A ação pedagógica está pautada nos princípios dehonianos, visando a formação do aluno como cidadão crítico e atuante:

"A proposta pedagógica da instituição busca a interação entre diversas áreas de conhecimento e aspectos da vida cidadã, como conhecimentos básicos para a constituição de conhecimentos e valores" (Parecer MEC/CEB n.º 022/98).

O encaminhamento metodológico está determinado no plano, sendo a ênfase do trabalho pedagógico e do processo educacional, centrada na aprendizagem do aluno:

  • os conhecimentos como recursos a serem mobilizados;
  • a aplicação dos conhecimentos aprendidos na escola;
  • a resolução de problemas reais;
  • a criação e utilização de diferentes meios de aprendizagem;
  • a ênfase à pesquisa, ao espírito inventivo, às experiências e às descobertas, à contextualização com a construção e a reconstrução do conhecimento individual e coletivo;
  • a integração dos diversos conhecimentos, evitando-se a fragmentação destes em "disciplinas".

Os valores humanos e cristãos estão conciliados à prática pedagógica, aplicados de modo transversal às áreas de conhecimento através da postura e da mediação do professor nas ações e situações que envolvem os alunos, profissionais da educação e os conteúdos.

O calendário escolar é elaborado anualmente, a partir da determinação legal de 200 dias letivos e 800 horas.

Coordenação Pedagógica

A Coordenação Pedagógica é o órgão que atua diretamente com o Corpo Docente no sentido de viabilizar a Proposta Pedagógica, tendo em vista os objetos da educação e do ensino no Colégio.

O Coordenador Pedagógico é cargo de confiança do Diretor, a quem cabe designá-lo, respeitando a exigência de ser devidamente qualificado com curso superior de licenciatura plena.

Razão

O São Luiz, há 115 anos, mantém sua proposta embasada nos valores humanos, proporcionando o amadurecer de seus alunos através do saber científico, tecnológico e filosófico. Por meio de projetos, desempenha seu trabalho educacional e colabora para a formação de sujeitos ativos, reflexivos e atuantes para a construção de uma nova cidadania, de modo a favorecer a solidariedade.

Por meio do Projeto “Coração Aberto e Solidário” serão explorados e vivenciados os valores humanos como: amor, disponibilidade, união, fraternidade, humildade, disciplina, cordialidade, solidariedade, diálogo, honestidade, responsabilidade e respeito.   Alinhados com à programação curricular normal, o projeto vincula ações que possibilitam aos alunos entenderem que os conteúdos trabalhados em sala de aula podem e devem ser usados no seu dia a dia. Faz parte do Projeto temas relevantes da ONU/UNESCO.

 

Objetivo

Projeto Coração Aberto e Solidário visa educar para o conhecimento e a vivência dos valores humanos em todos integrantes da instituição (alunos, pais e colaboradores).

 

Símbolo

O símbolo do Projeto “Coração aberto e solidário”, tem em seu centro o Coração, expressão do amor infinito de Deus pela humanidade. O abraço, que envolve o coração expressa o nosso amor pelo próximo, isto é, um gesto de solidariedade. Jesus acolheu a todos, sem distinção e se fez solidário. Do coração emergem raios que representam cada valor humano, e formam a cruz estilizada presente no carisma dehoniano, como apelo a “suavizar as cruzes” de quem sofre.

Isto é, fazer reparação.

 

Ação e Resultados

Em conjunto com pais, alunos e funcionários são organizadas ações a partir do valor vivenciado em cada série/ano. Uma das ações contempladas em todas as turmas é o Coração Solidário. Campanha que visa arrecadar alimentos, brinquedos, roupas e outros itens para serem doados às comunidades necessitadas de Brusque e Região.

Acreditamos que a soma dos esforços de todos, ajudam na construção de um mundo mais humano e igualitário, diminuindo a desigualdade social e a exclusão, favorecendo a construção da justiça e da paz.

A inspiração para esse trabalho vem de Padre Leão Dehon, sacerdote, culto e dinâmico, muito conhecido na França e fundador da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, da qual o São Luiz é pertencente. Pe. Dehon tinha algo que o inquietava, a recuperação da solidariedade e do amor entre as pessoas, em vista da construção de um mundo mais justo, solidário e de paz.

Mais do que observar os fatos da sua época, ele estabeleceu um diálogo com a história e, viveu com ouvidos de aprendiz e coração de educador. Pe. Dehon estava convencido de que o futuro está nas mãos daqueles que tem a seu encargo a formação dos jovens. Sua espiritualidade era resumida em duas palavras AMOR e REPARAÇÃO, com uma disponibilidade aos problemas do mundo.

 

“O problema social não é simples questão de estômago; é uma questão de igualdade, de moral, de justiça. É uma questão de dignidade.” Padre Dehon

Para oportunizar um crescimento amplo de cada indivíduo, entendemos que há necessidade de resgatar em nossos alunos valores que por vezes ficam obscurecidos, ou não vivenciados em seu quotidiano como: amor, disponibilidade, união, fraternidade, humildade, disciplina, cordialidade, solidariedade, diálogo, honestidade, responsabilidade e respeito. Entendemos que estes valores fundamentais colaboram para a formação de sujeitos atuantes, na construção de um novo sentido de cidadania e na construção de um mundo mais justo e fraterno.

Acreditamos que conviver é viver junto, relacionar-se com o outro. Nos dias atuais essa ação está sendo esquecida e difícil de ser exercida. Vivemos uma crise de valores. Notamos isso na vida em sociedade e no desrespeito às regras básicas de convivência.

O estudante de hoje será o construtor da sociedade de amanhã, daí a importância maior de sua formação. Cabe ressaltar as palavras do Papa Francisco à juventude na Jornada Mundial da Juventude, “A sobriedade, vivida livre e conscientemente, é libertadora. Não se trata de menos vida, nem de vida de baixa intensidade; é precisamente o contrário. É possível necessitar de pouco e viver muito, sobretudo quando se é capaz de dar espaço a outros prazeres, encontrando satisfação nos encontros fraternos, no serviço, na frutificação dos próprios carismas, na música e na arte, no contato com a natureza, na oração”. Os jovens, as novas gerações deverão ser tocadas por este desafio do “quanto menos, tanto mais”, fazendo frente ao mundanismo, ao consumismo e a consequente destruição da natureza, da casa comum. Está, também, nas mãos da juventude o desafio de cuidar do presente e do futuro do planeta. Fonte: www.vidapastoral.com.br

Todo trabalho desenvolvido no São Luiz está relacionado ao carisma dehoniano que é um carisma de amor que se converte em oblação e reparação. Nessa perspectiva somos interpelados a possuirmos um coração aberto e disposto a esvaziar-se de si a serviço do outro. A oblação, elemento central do carisma dehoniano, se converte à disponibilidade. Por isso, a cruz tem um coração aberto, referência ao coração transpassado de Jesus e ao coração disponível dos dehonianos, um “Coração aberto e solidário”.

O encaminhamento metodológico envolve uma pesquisa de campo dos reais problemas da comunidade e a partir deste, o desenvolvimento das iniciativas. O Coração Aberto e Solidário é um trabalho concomitante à programação normal do conteúdo da série/ano, e por meio de um planejamento os professores são instigados e orientados a relacionar as ações do projeto. Divididos por segmentos que englobam os alunos de Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e Ensino Superior, cada etapa com suas particularidades e intenções específicas.

As ações envolvidas no projeto são realizadas a partir do valores humanos explanados em cada série/ano, integrando as diversas áreas do conhecimento, de modo que não fiquem dissociadas do processo ensino e aprendizagem. Em conjunto com a direção e coordenação pedagógica, os professores organizam as ações concretas, momento em que os alunos vivenciam na prática as discussões feitas em sala. Essas ações se utilizam de espaços diferenciados, prevendo a participação da comunidade escolar e entidades parceiras.

VALORES POR SÉRIE/ANO

 

Educação Infantil – AMOR (doação)

ODM 7 – Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente.

BÍBLICO – “Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine” (1Cor 13,1).

Pe. Dehon – “Todo o amor verdadeiro tem por fim tornar feliz a pessoa que se ama”.

 

 

1ºs anos – DISPONIBILIDADE (servir)

ODS 7 – Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente

BÍBLICO – “Em sua mão está a vida de cada criatura e o fôlego de toda a humanidade” (Jó 12,10).

Pe. Dehon – “Deus não sabe o que fazer com o nosso saber e com nossas obras se nelas não estiver o nosso coração.

 

2ºs anos – UNIÃO (força)

ODM 8 – Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento.

BÍBLICO – “Façam todo o esforço para conservar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz”. (Ef. 4,3)

Pe. Dehon – “A união com Deus é o mais poderoso remédio para todos os defeitos”.

 

3ºS anos – FRATERNIDADE (benevolência)

ODS 16 – Paz, justiça e instituições fortes.

BÍBLICO – “Como é feliz e agradável observar quando os irmãos vivem em fraternidade. ”(Sl 133).

Pe. Dehon – “A nossa vida será árida se Deus não regar com a Sua Graça.”

 

4ºs anos – HUMILDADE (respeito)

ODS 11 – Cidades e comunidades sustentáveis.

BÍBLICO – “Bem-aventurados os humildes, pois eles receberão a terra por herança” (Mt 5,5).

Pe. Dehon – “Fazei da vossa vida uma questão de amor e não uma questão de interesse”.

 

5ºs anos – DISCIPLINA (determinação)

ODS 11 – Vida sobre a terra

BÍBLICO – “Submete teu coração à disciplina e inclina teus ouvidos à Palavra de sabedoria!” (Prov 23,12).

Pe. Dehon – “A Deus não interessa nem nossa ciência, nem nossa obra, se não possuir o nosso coração”.

 

 

6ºs anos – CORDIALIDADE (fraterno)

ODS 4 – Educação de qualidade.

Bíblico – “Em todo tempo ama o amigo e na angústia se faz irmão.” (Prov 17,17).

Pe. Dehon – “Não basta fazer bem aquilo que fazemos, é preciso fazer com amor”.

 

7ºs anos – SOLIDARIEDADE (caridade)

ODS 16 – Paz, justiça e instituições fortes.

BÍBLICO – “Não se esqueçam de fazer o bem e de repartir com os outros o que vocês tem, pois tal atitude, agrada a Deus” (Hb 13,16).

Pe. Dehon – “Só com amor se reparam as feridas do coração”

 

8ºs anos – DIÁLOGO (comunicação)

ODS 3 –  Boa saúde e bem-estar.

BÍBLICO – “O homem se alegra em responder bem, quão boa é a palavra dita a seu tempo” (Prov 12,25).

Pe. Dehon – “Falar com eloquência é muito bonito, mas agir com prática é muito melhor”.

 

9ºs anos – HONESTIDADE (consciência)

ODS 10 –  Redução das desigualdades.

BÍBLICO  – “Sejam todos humildes uns com os outros, porque Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graças aos humildes” (1Pd 5,5).

Pe. Dehon – “A humildade é o fundamento de todas as das virtudes.

 

Ensino Médio – RESPONSABILIDADE (Coragem)

ODS 18 – Consumo e produção responsáveis.

BÍBLICO – “Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com bem”. (Rom 12,21).

Pe. Dehon – “O caráter é a fisionomia da alma”.

 

Ensino Superior – RESPEITO (consideração)

ODS 10 – Redução das desigualdades.

BÍBLICO –  “Assim, em tudo, façam aos outros o que vocês querem que eles façam a vocês; pois esta é a Lei e os Profetas. (Mt 7,12).

Pe. Dehon – “Fazei da vossa vida uma questão de amor e não uma questão de interesse”.

O Colégio São Luiz disponibiliza, nesta área, uma ferramenta de autenticação de documentos da Instituição, como contratos de matrículas, declaração de quitação de débitos, declaração de pagamentos, entre outros. O objetivo é facilitar o atendimento às pessoas interessadas em verificar a veracidade das informações registradas em determinados documentos acadêmicos da Instituição, oferecendo mais comodidade por meio desta plataforma on-line. Para fazer a consulta, basta preencher os campos com o registro do aluno (RA) e o código de identificação, que geralmente se encontra no rodapé dos documentos emitidos pelo Colégio.

Colégio São Luiz

Rua Padre Gattone, 112
Centro - Brusque / SC

47

3351.1200

Faculdade São Luiz

Av. das Comunidades, 233
Centro - Brusque / SC

47

3396.7919

Ezcuzê Propaganda